Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Pesquisador titular do CBPF está em número especial sobre Feynman

  • Publicado: Terça, 03 de Julho de 2018, 12h58
  • Última atualização em Terça, 03 de Julho de 2018, 12h58
  • Acessos: 601

Acaba de ser lançada edição especial da Revista Brasileira de Ensino de Física (RBEF) para comemorar os 100 anos de nascimento do físico norte-americano Richard Feynman (1918-1988). Um dos autores convidados é Alfredo Ozorio de Almeida, pesquisador titular do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ).

Além de Ozorio de Almeida, o número especial da RBEF (v. 40, n. 4) ‒ publicação da Sociedade Brasileira de Física (SBF) ‒ traz mais 13 autores. Os temas dos 14 artigos (ver lista ao fim desta nota) vão de recordações sobre sua passagem pelo Brasil na década de 1950 à análise de seu legado científico.

Feynman, Nobel de Física de 1965, passou um sabático no CBPF no início da década de 1950 ‒ voltaria outras vezes ao país. Deu significativas contribuições à física teórica, mas é também lembrado por seu humor, sua capacidade de explicar conceitos difíceis de forma inteligível para o grande publico ‒ o que fez em vários livros ‒, bem como suas habilidades artísticas e musicais ‒ desenhava e tocava bongô. No Brasil, participou intensamente dos carnavais cariocas, tocando tamborim, cuíca e agogô, por exemplo.

O convite para trabalhar no CBPF foi feito a Feynman ‒ que, se vivo, teria completado 100 anos no último dia 11 de maio ‒ pelo físico teórico brasileiro Jayme Tiomno (1920-2011), que, naquele início da década de 1950, estava passando um período nos EUA. Este ano marca também 30 anos de sua morte.

Feynman, que à época estudava espanhol, deu aulas em português para os estudantes brasileiros. Um de seus cursos, de 1953, no CBPF, foi publicado em 2005: Física nuclear teórica, pela Editora Livraria da Física, de São Paulo (SP), em colaboração com o CBPF.

 

Richard Feynman (5º, fileira da dir.), em almoço no Rio de Janeiro (RJ)

(Crédito: CBPF)

 

Pela visão de brasileiros

Com o artigo intitulado ‘A integral de caminhos: uma ponte entre a mecânica quântica e a mecânica clássica’, Ozorio de Almeida escreve sobre a ‘interface’ entre as leis da física que governam os fenômenos do cotidiano e aquelas que regem o diminuto mundo dos átomos e das partículas subatômicas.

Feynman se notabilizou academicamente por seus trabalhos sobre a eletrodinâmica quântica, resultados que lhe renderam o Nobel; a teoria do hélio superfluido; os pólarons (interações entre elétrons e átomos nos sólidos); os pártons (constituintes fundamentais de partículas como prótons e nêutrons); entre outros.

Os organizadores do número especial escrevem que um dos objetivos da iniciativa é retratar “o legado de Feynman, na visão de pesquisadores brasileiros”.

A seguir, os temas, os títulos dos artigos e os autores do número especial da RBEF:

 

Apresentação

‘O legado de Feynman visto por pesquisadores brasileiros’ - Nelson Studart

 

Feynman e o ensino de física

‘Lembrando Feynman’ - Nestor Caticha

‘Feynman e suas conferências sobre o ensino de física no Brasil’ - Ildeu Moreira

‘O que diferencia as Feynman Lectures de livros tradicionais?’ - Ricardo Karam

 

Feynman e a mecânica quântica

‘Diagramas de Feynman: uma imagem vale mais que mil equações’ - Arlene Aguilar

‘Feynman e as integrais de trajetória’ - J. David M. Vianna

‘A integral de caminhos: uma ponte entre a mecânica quântica e a mecânica clássica’ - Alfredo M. Ozorio de Almeida

‘Richard Feynman e a QED’ - Vicente Pleitez

‘O desenvolvimento da visão espaço-temporal da eletrodinâmica quântica’ - Palestra Nobel Feynman (tradução de Marcel Novaes)

 

Feynman visionário

‘Há mais história lá embaixo - um convite para rever uma palestra’ - Peter A. Schulz

‘Feynman: dissipação e computação quântica’ - Amir Caldeira

 

Feynman e a matéria condensada

‘Feynman, a superfluidez e a supercondutividade’ - Paulo Farinas

‘Feynman e os pólarons’ - Nelson Studart

 

Feynman e as partículas elementares

‘A invenção dos pártons’ - Carlos Escobar

 

Mais informações:

RBEF (SciELO):

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1806-111720180004&lng=en&nrm=iso

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página