Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

A Academia pode interagir com a Indústria preservando sua identidade? Exemplos de aplicação da RMN na Indústria do Petróleo

Publicado: Segunda, 28 de Outubro de 2019, 12h00 | Última atualização em Quarta, 30 de Outubro de 2019, 10h49 | Acessos: 247

Tito José Bonagamba

Instituto de Física de São Carlos,

Universidade de São Paulo

 

Dia: 29/10 (terça-feira)

Horário: 16h

Local: Auditório do 6o andar, no CBPF, à rua Dr. Xavier Sigaud 150, Urca, Rio de Janeiro (RJ)

Será servido um café antes do Colóquio.

Entrada gratuita, sem necessidade prévia de inscrição. Público externo deve apresentar documento de identificação na portaria.

Transmissão ao vivo pelo canal do CBPF no YouTube (www.youtube.com/CBPFvideos), onde os eventos anteriores estão arquivados.

 

Resumo:

Uma questão relevante para o desenvolvimento de uma nação é o relacionamento entre a Universidade e a Sociedade, incluindo a Indústria. Nosso Grupo de Pesquisa, que atua na área de Ressonância Magnética Nuclear (RMN), tem procurado oferecer contribuições dentro desta interface. A RMN é crucial para o estudo de meios porosos, de grande importância para a Indústria do Petróleo. Os principais impactos acadêmicos e resultados científicos de nossos projetos dedicados ao estudo de rochas reservatório de petróleo serão apresentados neste colóquio, bem como as instituições e personagens envolvidos, destacando as colaborações com o Cenpes/Petrobras.

 

BREVE CV: 

Professor Titular da Universidade de São Paulo (USP). Obteve todos seus títulos pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC) - USP. Realizou pós-doutorado no National Center for Polymer Research, University of Massachusetts. Foi pesquisador no Ames National Laboratory e professor visitante nas seguintes Universidades: Université Paris Sud, Martin-Luther University Halle-Wittenberg e Università degli Studi di Sassari. Atua principalmente na área de Ressonância Magnética Nuclear (RMN). É membro das Academias de Ciências da América Latina e do Estado de São Paulo. Foi Diretor do IFSC/USP de 2014 a 2018.

 

Mais informações sobre o palestrante:

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/2090018228785477

registrado em:
Fim do conteúdo da página