Em maio, temas dos ‘Colóquios’ terão de física a economia

A partir de maio próximo, os 'Colóquios CBPF' retomam suas atividades com temas que vão de economia e educação a física de altas energias, atmosférica e matéria condensada, com palestrantes do Brasil e do exterior.

A programação será anunciada em breve, e a ideia segue sendo a de prestigiar temas para além da física – foram feitos convites para pesquisadores da área de ecologia e antropologia, por exemplo.  

“Nossa preocupação segue sendo a de trazer, além dos temas inerentes à física, assuntos de outras áreas do conhecimento. Os colóquios devem ser reconhecidos como referência, dentro e fora do CBPF”, disse o pesquisador titular do CBPF Henrique Lins de Barros, coordenador dos ‘Colóquios do CBPF’ desde o fim do ano passado.

“A participação do público externo é essencial para podermos trazer nomes importantes”, completou Lins de Barros. Sugestões tanto de temas quanto de palestrantes podem ser enviadas para ncs_cbpf@cbpf.br

 

Até agora...

Este ano, o tradicional ciclo de palestras do CBPF trouxe, até agora, o físico Claudio Lenz Cesar, professor do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que tratou dos experimentos que levaram à obtenção do antiátomo de hidrogênio, na Colaboração Apha, do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN), na Suíça.

O segundo tratou dos conceitos de vida e morte no contexto celular, em apresentação de Radovan Borojevic, professor emérito da UFRJ e da Faculdade de Medicina de Petrópolis (RJ).

Ontem (19/04), a química Célia Machado Ronconi, do Instituto de Química da Universidade Federal Fluminense, falou sobre materiais híbridos, formados pela mistura em nível molecular de componentes orgânicos e inorgânicos.

Mais informações sobre essas palestras em http://portal.cbpf.br/lista/coloquios